objetivos SMART

Objetivos SMART: Como usá-los para turbinar o seu aprendizado

um comentário

Todos nós temos objetivos. Na vida pessoal, queremos ser mais felizes. No trabalho, queremos ter mais sucesso. E tudo parece tão fácil na teoria: “Vou finalmente aprender a falar Inglês fluentemente!” De preferência, em 90 dias, como sugerem algumas propagandas de cursos duvidosos. Ou: “Vou fazer a inscrição para aquele curso de fotografia, um sonho não realizado há pelo menos uma década!” Mas na prática, não é bem assim. A realidade nos mostra repetidamente que alcançar um objetivo, principalmente aqueles mais ousados, é uma tarefa muito desafiadora.

Existe, porém, um caminho que resolve esse dilema: colocando em prática os objetivos SMART (specific, measurable, attractive, realistic, time-bound), ferramenta desenvolvida por George T. Doran¹ em 1981, você aumenta drasticamente a chance de alcançar as suas metas.

Verifique o infográfico abaixo para começar agora a turbinar, tanto os seus objetivos e aprendizados pessoais, quanto o desenvolvimento de outras pessoas, sejam elas colaboradores da sua empresa, alunos e estudantes da sua instituição educacional ou até familiares próximos:

objetivos SMART

No início desse semestre, eu apliquei essa ferramenta poderosa aos alunos do Ensino Médio que se preparam para o Diploma Internacional IB (International Baccalaureate). A tarefa que dei a eles era a seguinte:

 

Defina um objetivo que te ajude, além das lições de casa e trabalhos obrigatórios, a melhorar o seu Alemão nos próximos meses. Essa meta precisa ter um alto valor principalmente para você (e não necessariamente para o seu colega, seu professor ou seus pais). É o seu objetivo pessoal e individual. Você trabalha com autonomia para alcançar esse objetivo, achando uma rotina diária ou semanal que funcione para você. Saiba que o seu professor te auxiliará com todo o apoio que será necessário ao longo do caminho.”

Após a definição por escrito, os alunos apresentaram os seus objetivos para o curso de Alemão, numa conversa individual de 3 a 4 minutos. A lista das metas de alguns alunos, disponibilizada logo abaixo, mostra na prática que definir objetivos individuais agrega muito valor para cada um, pois quando uma meta é atrativa (representada pela letra “A” no acrônimo SMART), o esforço pessoal aumenta de forma exponencial:

Aluno 1

“Quero escrever um texto em Alemão a cada 15 dias até o final do ano letivo. Quero diminuir a quantidade de erros para 2 erros gramaticais a cada 60 palavras. Quero zerar os meus erros de sintaxe e tipografia.”

Aluno 2

“Quero ler o livro “XYZ” em Alemão, até dezembro de 2017, no meu aplicativo Kindle. Já baixei o livro. Quero aumentar o meu vocabulário e o Kindle vai me ajudar, pois clicando na palavra no smartphone, ele me dá a tradução da palavra na hora. Eu já li o livro em Português, o que vai me ajudar para identificar palavras desconhecidas em Alemão.”

Aluno 3

“Quero ler um dos dois livros “ABC” ou “XYZ”, em Alemão, até dezembro de 2017. Preciso escolher ainda qual. Quero aumentar o meu vocabulário em 300 palavras e expressões idiomáticas. Eu já li o livro duas vezes em Inglês, o que vai me ajudar a entender o conteúdo 100%.”

Aluno 4

“Quero assistir a 5 filmes em Alemão, com legenda, até janeiro de 2018. Hoje eu entendo 50% do conteúdo, mas até janeiro 2018 quero entender 100%. Como próximo passo, vou fazer uma lista dos 5 filmes.”

Aluno 5

“Quero assistir filmes sem legenda em Alemão. Até o final de maio de 2018, quero entender 100% do conteúdo do filme, o que significaria um aumento considerável da minha competência de compreensão oral. Quero saber distinguir melhor os sotaques diferentes dos Alemães. Penso que para o meu trabalho no futuro será importante saber ouvir e falar muito bem outros idiomas.”

Aluno 6

“Quero diminuir os erros de artigo de 40% para 10%, até dezembro de 2018. Quero assistir 2 vídeos de 10 a 15 minutos no YouTube ou de outros sites como zdf.de por semana. Quero também ler 5 páginas por semana, de livros, sites e blogs na internet. Vou programar um alarme no smartphone para lembrar os objetivos regularmente.”

Aluno 7

“Quero saber identificar melhor a estrutura de artigos, principalmente sobre temas polêmicos e de economia, por exemplo, a posição de diferentes países em relação à inclusão, até o final do ano. Para alcançar esse objetivo, quero ler ao menos um artigo por semana. Quero aprender pelo menos 100 palavras novas. Quero também melhorar a gramática, revisando os capítulos mais importantes e fazendo exercícios.”

Os professores, atuando como mentores, podem ajudar os alunos a definir esses objetivos de forma mais profissional. Esse é o trabalho do professor do século XXI: ser mais coach e menos palestrante na frente da lousa durante 45 minutos.

Antes de trabalhar individualmente com os alunos, o professor precisa definir tarefas que eles possam resolver sozinhos, com responsabilidade para o próprio aprendizado. Assim, você trabalha essa competência fundamental paralelamente. Exija comprometimento dos alunos! Eles precisam entregar o resultado para você após a aula. Desta forma, não vão se dispersar durante a aula, quando estão sem supervisão direta.

Depois, ao longo do ano, é fundamental acompanhar o progresso dos alunos de vez em quando. Pergunte a eles a cada 4 semanas:

“Onde você está? Precisa de alguma coisa ou ajuda? Quer perguntar para um colega de classe se ele pode te ajudar? Você vai conseguir alcançar os seus objetivos ou precisa modificá-los?”

A importância dos objetivos claros e transparentes não vale somente para metas de longo prazo. Nas instituições de ensino como também em qualquer processo de treinamento, é imprescindível deixar claro os objetivos SMART no início da aula. Precisa se perguntar já antes da atividade:

Como eu vou mensurar, no final da aula, se os meus alunos realmente entenderam o assunto?”

Um bom exemplo para iniciar um curso, uma aula ou treinamento seria então: “Até o final dessa aula, você saberá explicar em 30 segundos quais são as 10 características mais importantes para distinguir um e-mail informal de um e-mail formal.” Portanto, para evitar surpresas no final do processo de aprendizagem, os critérios de avaliação têm que ser claros e transparentes desde o começo.

Só desta forma podemos garantir um aprendizado de qualidade que aumenta a chance de sucesso para os envolvidos. E é da mesma forma que possibilitamos o sucesso desejado para a nossa vida pessoal e profissional.

¹ Doran, George T. There’s a S.M.A.R.T. way to write management’s goals and objectives. Management Review, Vol. 70, Issue 11, p. 35-36, 1981.

***

Andreas Panse é suíço e mora no Brasil desde 2005. Formado em Pedagogia pela Universidade de Zurique, atua como consultor pedagógico na Escola Suíço-Brasileira. Leia mais…
Compartilhar

1 comentário em “Objetivos SMART: Como usá-los para turbinar o seu aprendizado”

Deixe uma resposta